Rede de Negócios


Rede de Negócios: Estratégias para o mercado da TV Paga.

Com: Sylvia Abreu (representante da ABPITV na Bahia), Solange Lima (representante da APC-BA) e Ramiro Azevedo (representante do grupo PrimeBox).

Dia: 07 de junho, sábado.

Local: Cine Santa Clara

Horário: 14:00 às 16:00

Resumo:

A Rede Negócios “Estratégias para o mercado da TV paga” intenciona trazer um panorama bastante atual de um dos epicentros de discussão mais importante do audiovisual brasileiro contemporâneo, trata-se da produção independente para TV. Com a sanção da Lei 12.485 em setembro de 2011, o mercado televisivo brasileiro sofreu e vem se adaptando a várias mudanças, entre elas está a dificuldade em se adequar a nova lógica do fomento. Abrindo possibilidades para a autossustentabilidade do setor, esta lei estabelece cotas de programação de conteúdos audiovisuais produzidos por produtoras independentes, fomentando a formação de vínculos entre as esferas cinema e televisão. Neste contexto, associações como a APC – Associação de Produtores e Cineastas, ABPITV – Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão, bem como o canal Prime Box Brazil são fundamentais enquanto norteadores e representantes destes profissionais, orientando-os a como se posicionar, para produzir conteúdo e se inserir neste novo mercado, bem como promovendo as discussões sobre o tema.

 

Componentes:

Sylvia Abreu

Sylvia 2

Sylvia Abreu é produtora executiva nascida em Salvador em 1955. Graduada em Psicologia pela UFBA, ela fundou em 1988 a Truque Produtora, e em 1999 a Casa do Rio Vermelho Finalizadora. Sylvia tem entre suas produções cinematográficas os curtas-metragens “A confirmação” (1995), de Pola Ribeiro, em co-produção com a televisão alemã ZDF; e “Heteros”, a comédia (1995), de Dinorath do Valle e Fernando Bélens, com o apoio cultural das fundações MacArthur e Rockfeller. Em 2001 produziu o longa-metragem “3 Histórias da Bahia”, composto dos episódios “Agora é cinzas”, de Sérgio Machado, “O pai do rock”, de José Araripe Jr., e “Diário do convento”, de Edyala Iglésias. Foi produtora executiva do documentário de longa-metragem “Samba Riachão” (2001), de Jorge Alfredo, e desempenhou a função de produtora dos longas: “Esses moços” (2005), dirigido por José Araripe Jr., e “Eu me lembro” (2005), de Edgard Navarro, vencedor de seis Candangos no Festival de Brasília de 2005.  Participou de outras produções como o longa “Pau Brasil”, de Fernando Belens, e “O homem que não dormia”, de Edgard Navarro. Atualmente, além de outras atividades, Sylvia é representante da ABPITV na Bahia.

 

Solange Lima representante da APC-BA

Solange

Solange Lima é produtora de cinema, proprietária da Aração Azul Cinema e vídeo. Foi Presidente da ABD Nacional – Associação Brasileira de Documentaristas e Curta Metragistas, no período de 2009/2012; Presidente da ABCV/Ba no período de 2003/2007; Diretora da Associação de Produtores e Cineastas do Norte Nordeste – APCNN 2003/2012; e representante do audiovisual no Conselho Nacional de Políticas Culturais – CNPC, do Ministério da Cultura no período 2009/2011. Atualmente, é Diretora da Associação Produtores e Cineastas de Longa Metragem da Bahia; integra ao Conselho Consultivo do Congresso Brasileiro de Cinema – CBC; e acaba de ser empossada como Membro Titular do Conselho Superior de Cinema do Brasil – CSC para o biênio 2014/2016. Além da militância política nas entidades de classe, vem fomentando o audiovisual através de formação/informação, a exemplo das oficinas de Roteiro como Orlando Senna em Lençóis/Ba, que completa 12 anos.

 

Ramiro Azevedo

Ramiro

Formado em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Trabalhou no Estúdio de Vídeo, onde teve seu primeiro contato com a área do audiovisual. A partir de 2005, passou a trabalhar em produções independentes para cinema e televisão nas funções de produtor e assistente de direção. Participou do Cine Esquema Novo 2006 como assistente de curadoria e, a partir daí, trabalhou em diversos eventos ligados à difusão cultural – mostras no Brasil e no exterior, 8ª Bienal do Mercosul, lançamento de filmes. Fez parte da diretoria da APTC/ABD-RS no biênio 2009/2011. Em 2009, passou a ser sócio organizador do Cine Esquema Novo. Em 2012, assumiu a Coordenação de Licenciamento da Box Brazil – programadora independente de TV por assinatura com sede em Porto Alegre.